Observatório da Qualidade no Audiovisual

Dê Um Rolê

Dê Um Rolê                

Por Léo Lima

Criada pelo user missmutante do site Spirit, a fanfic Dê um rolê começou a ser publicada em 3 de outubro de 2017. Com quatro capítulos publicados, de aproximadamente 7 mil palavras em média, a história segue em aberto tanto no Spirit quanto no site Nyah! Fanfiction onde também foi reproduzida. Baseando-se nas personagens Lica (Manoela Aliperti) e Ellen (Heslaine Vieira) da vigésima quinta temporada da telenovela Malhação, intitulada Viva a Diferença (2017-2018, TV Globo), a trama explora a possibilidade de um relacionamento amoroso entre as duas adolescentes.

Para facilitar as buscas e possibilitar a descoberta de histórias pelos seus usuários, o Spirit permite a classificação etária e categorização por gêneros e palavras-chave das publicações. Estes mecanismos de organização auxiliam a compreensão geral dos temas que serão tratados. Neste sentido, Dê um rolê tem classificação de catorze anos. Com base nas diretrizes da plataforma que servem de base para a classificação das histórias internamente, esta informação aponta que a fanfic, que trata de um romance lésbico, aborda temas sexuais com menor intensidade. Em sua página inicial, os avisos incluem apenas linguagem imprópria e homossexualidade. Quanto ao gênero, é classificada como femmeslash (romance lésbico), romance e novela e as palavras chave correspondentes são Elica ship das personagens), Ellen, Lica, Malhação e VAD (Viva a Diferença).

No Spirit, o user missmutante se registrou no mesmo dia de início de publicação de Dê um rolê, em 3 de outubro de 2017. Missmutante se identifica como carioca e se chama Thais, no perfil é possível observar diversas imagens da cantora Rita Lee. Além disso, a fã informa o link de sua página no Twitter, também com username missmutante [1]. No site, além da fanfic objeto desta análise, a autora, posteriormente, criou as histórias Coisa banho de mar e Divino maravilhoso, ambas focadas no casal Lica e Samantha (Giovanna Grigio) também de Malhação – Viva a Diferença. A primeira explora um passeio das personagens pelas ruas de São Paulo e a segunda é ambientada na época da ditadura civil-militar brasileira trazendo a história de um encontro das duas e a militância pela liberdade sexual.

Perfil da autora missmutante no Spirit

 Dê um role expande uma sequência de cenas exibida entre os dias 18 e 19 de setembro de 2017 em Malhação – Viva a Diferença, onde Lica vai conhecer a Brasilândia e passar o dia com Ellen. As personagens são protagonistas da temporada, que teve, pela primeira vez, os papéis principais divididos entre cinco mulheres, Lica, Ellen, Keyla (Gabriela Medvedovski), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski). A trama abordou temas como gravidez na adolescência, homossexualidade, bissexualidade, homofobia e desigualdades sociais de forma mais aprofundada frente às temporadas anteriores. Segundo as métricas do site, a fanfic, até janeiro de 2019, havia sido visualizada 993 vezes com 22 marcações de favorito e nove comentários ao total.

A imagem de capa escolhida para ilustrar a fanfic é uma captura de tela da cena em que as personagens trocam olhares juntas na cama de Lica, sem qualquer tipo de edição ou inserção de textos. Assim como a página principal, os capítulos Complicado e ao mesmo tempo diferente e I’ve been hanging out here waiting for something to start também têm capturas de tela da telenovela como imagens principais, se relacionando com o conteúdo do capítulo como, por exemplo, a imagem escolhida em Complicado e ao mesmo tempo diferente ilustra o momento em que Lica observa um grafite nas ruas da Brasilândia, momento presente na telenovela e expandido e ressignificando no capítulo da fanfic.

Capa do capítulo Complicado e ao mesmo tempo diferente

Disponível na página principal da fanfic, a sinopse resume a proposta da autora: Uma versão alternativa da primeira visita de Lica à casa de Ellen, na Brasilândia. O que pode se dar entre as duas nessa tarde, nessa noite inteiras?. Dessa forma, somos apresentados a uma expansão e as perspectivas de Lica e Ellen sobre o que se passou durante as horas que estiveram juntas na casa da personagem. Na narrativa televisiva, a proximidade das adolescentes durante a sequência deu margem para os fãs especularem uma possível tensão sexual. Porém, uma relação efetivamente homossexual envolvendo Lica foi desdobrada apenas com Samantha, nos capítulos exibidos a partir de dezembro de 2017. O relacionamento Limantha gerou diversas fanfics, inclusive criadas por missmutante, como mencionado anteriormente.

 

Página principal da fanfic Dê um rolê

Ao realizarem uma leitura crítica e criativa do cânone Malhação – Viva a Diferença, o fã avalia a obra como um produto estético analisando cada elemento como perfis, caracterização dos personagens, desenvolvimento dos arcos, intertextualidades e coerências narrativas para elaborar novas concepções do universo ficcional e ampliá-lo (JENKINS, 2012). Assim, identificamos ao longo dos quatro capítulos escritos, a concepção da fã sobre os comportamentos de Lica e Ellen, utilizados para conceber os pontos de vista de cada uma sobre o evento.

Segundo Jenkins (2012), existem, pelo menos, cinco elementos que motivam a criação de fanfics. Em Dê um rolê, percebemos os elementos potenciais e silêncios como centrais no desenvolvimento da história. A motivação potencial se refere as projeções sobre o que poderia ter acontecido além dos limites da narrativa/canône (JENKINS, 2012). Como a telenovela ainda estava sendo exibida quando a fanfic foi produzida, o potencial explorado na trama da fã é o relacionamento de Lica e Ellen baseado na aproximação das personagens nos capítulos entre 12 e 19 de setembro de 2017 e na visita de Lica à Brasilândia. A relação próxima entre as duas e a cena em que as adolescentes dividiam a mesma cama na casa de Lica gerou expectativa no fandom da telenovela que, até então, não abordava em profundidade temáticas relacionadas ao movimento LGBTQ. A autora missmutante parte justamente desta visita para expandir os limites da narrativa e projetar uma possibilidade de um relacionamento amoroso entre as duas.

Tuíte de uma fã de Malhação – Viva a Diferença

Os silêncios, segundo Jenkins (2012) são elementos que foram sistematicamente excluídos da narrativa com consequências ideológicas. Percebemos esse elemento presente na trama criada por missmutante, uma vez que a orientação sexual das duas personagens não era explicitamente definida em Malhação – Viva a Diferença.

Trecho do capítulo Pode acreditar em mim, você me olha

A liberdade sexual de Lica indicava que ela também se relacionava sexualmente com garotas, porém Ellen, não teve uma abordagem aprofundada da questão sexual. Na fanfic, a alternância entre o desejo e o medo em admirar o corpo da amiga é tema constante, servindo de base também para a discussão da descoberta sexual comum à adolescência o que gera uma identificação no público-alvo.

Competência Midiática

  • Linguagem 

Ferrés e Piscitelli (2015, p. 9) pontuam que a dimensão da linguagem está relacionada com a capacidade do indivíduo de interpretar, avaliar, analisar, se expressar e modificar os conteúdos existentes. Desta forma, podemos concluir que a própria produção de fanfics já engloba esta dimensão, uma vez que, segundo Jenkins (2014), a concepção destas narrativas envolve a leitura crítica e a criativa do fã.

Ao escolher abordar um tema ainda pouco debatido no cânone, bem como um casal não existente na televisão, a autora expressa seus anseios e uma leitura crítica à trajetória de Malhação abordando prioritariamente a casais heterossexuais. Expandindo a narrativa para outros espaços, o ship Elica ganha novos desdobramentos no ambiente digital e repercussão no fandom. A fanfic Dê um rolê parte da ressignificação de uma sequência de cenas exibida na telenovela nos capítulos 95 e 96, entre os dias 18 e 19 de setembro de 2017.

Captura da cena exibida na televisão onde Lica experimenta as camisetas de Ellen

É possível observar na trama que a cronologia é preservada e alguns arcos narrativos, porém apresentam novas situações. Por exemplo, no capítulo 95 de Malhação – Viva a Diferença, Lica experimenta as roupas de Ellen, posando para amiga tirar fotos com o celular, já na fanfic este momento é tratado, na perspectiva de Ellen, como uma oportunidade para observar o corpo da amiga e questioná-la acerca de uma tatuagem que despertou sua curiosidade.

Trecho do capítulo I’ve been hanging out here waiting for something to start

A autora ainda dedica o primeiro capítulo de sua história para detalhar o trajeto das duas amigas entre Vila Mariana e Brasilândia, o que no cânone durou poucos segundos entre diálogos em transporte coletivo, stock-shots e takes curtos das duas em rua. Neste trajeto, é o comportamento e o corpo de Lica chamam atenção.

A partir do ponto de vista de cada personagem, são exploradas novas versões dos acontecimentos e aprofundando sentimentos e emoções. Ao longo dos capítulos percebemos os medos das adolescentes como, por exemplo, no capítulo Complicado e ao mesmo tempo diferente, a partir da visão de Lica, é explícito seu temor sobre a violência da região e a falta de experiência em transitar em periferias. Esse tema é tratado pela autora de forma irônica, revelando também uma crítica à personagem e sua criação.

Trecho do capítulo Complicado e ao mesmo tempo diferente

Assim como o título da fanfic, inspirada na música de Os Novos Baianos, cada capítulo de Dê um rolê é intitulado com algum trecho de música que se relaciona com a narrativa. Complicado e ao mesmo tempo diferente, título do primeiro capítulo, é um excerto da canção Meninos e meninas de Legião Urbana que trata de uma descoberta sexual e seus desdobramentos por parte do eu-lírico. Ao longo da narrativa também são utilizadas canções que servem como “trilha sonora” para as cenas, como é possível identificar no capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido onde as duas dançam ao som de That’s Right de Cage, The Elephant.

O elemento intertextual vai além da música, também são citados ao longo dos capítulos personagens de histórias em quadrinho como Coringa e acontecimentos de séries como Grey’s Anatomy (2005-atual, ABC).

Trecho do capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido

De forma pontual, também são utilizados memes e expressões típicas do público juvenil ao qual a narrativa se direciona como, por exemplo, no capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido a expressão “mulherão da porra” é imaginada por Lica para descrever Ellen. Tais referências e a a adoção de uma linguagem próxima ao público aumentam as camadas interpretativas, sendo composta, agora, por diversas linguagens e textos além do cânone.

  • Ideologia e valores

Segundo Ferrés e Piscitelli (2015, p. 13-14), a dimensão de ideologia e valores envolve a capacidade do indivíduo repercutir de forma crítica o modo como as representações midiáticas estruturam nossa percepção da realidade, detectando, contrastando, buscando e avaliando as intenções e interesses presentes nos conteúdos.

Ao retratar um plot LGBTQ e partir do silêncio acerca da sexualidade das personagens, a autora já demonstra o anseio do fandom por uma representatividade na telenovela juvenil. Nos comentários, é possível identificar que outros fãs gostariam que Lica e Ellen ficassem juntas, até pelo protagonismo das duas. Além disso, a história é crítica pelo romance ter sido desdobrado na narrativa televisiva, já que a fanfic começou a ser publicada duas semanas após as cenas em que ambas se visitam.

Comentário do capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido

Por estar em aberto, a fanfic não apresenta, de fato, nenhum beijo ou cena de sexo entre as personagens, o que estaria presente no quinto capítulo da trama, segundo a autora nas Notas do autor do capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido.

Notas do autor do capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido

A autora também repercute temas que estavam sendo debatidos na telenovela como o Complexo de Édipo na relação de desejo de Lica por Bóris (MouhamedHarfouch), coordenador pedagógico do Colégio Grupo. Outros temas como sororidade, discussão de privilégios e racismo são tratados de forma superficial, o que também pode ser atribuído ao tamanho da trama ser reduzido. No primeiro capítulo da fanfic, nas Notas do Autor, missmutante afirma que sua intenção era conduzir uma história curta de twoshot ou threeshot, isto é, dois ou três capítulos focando apenas no desdobramento da específica sequência de Elica.

Muitos temas são presentes nos pensamentos de Lica que ensaia como se comportar na periferia como, por exemplo, no capítulo Complicado e ao mesmo tempo diferente onde as duas saem para comer hambúrguer e o valor baixo do sanduíche faz Lica pensar em pagar o lanche da amiga por ser “privilegiada”.

Trecho do capítulo Complicado e ao mesmo tempo diferente

 

  • Estética

A dimensão da estética proposta por Ferrés e Piscitelli (2015, p. 14-15) parte do entendimento da importância dos recursos técnico-expressivos na composição midiática, a capacidade de produzir mensagens criativas, visando potencializar a experimentação e a sensibilidade estética. Nesse sentido, a fanfic criada, assim como a telenovela, utiliza dos recursos expressivos da plataforma em que se insere para transmitir suas mensagens. Nos dois primeiros capítulos, a fanfic apresenta uma captura de tela da sequência de cenas exibidas em Malhação – Viva a Diferença exploradas no texto de missmutante. Além disso, tornando a narrativa mais compreensível visualmente, letras de músicas são inseridas em itálico, diferenciando-se dos diálogos e descrições. Sendo assim, as escolhas de formatação demonstram o domínio da linguagem e da utilização prática da plataforma de autopublicação pela fã.

Trecho do capítulo Passe um tempo comigo, nesse duplo sentido

Apesar do caráter musical ser presente na trama, principalmente nos títulos de capítulos, ele não é explorado em outras plataformas se restringindo a recomendações nas Notas Finais.

Notas finais do capítulo Pode acreditar em mim você me olha

Com espaçamento de até um mês entre a publicação dos capítulos, missmutante procura justificar nas Notas do autor e comentários para seus leitores sua demora, muitas vezes atribuída por problemas pessoais e explicitar um pouco do seu processo criativo. Dessa forma, a autora agradece a sua leitora beta, Laís Ramos pela ajuda na construção da fanfic.

 

Notas do autor do capítulo Pode acreditar em mim, você me olha

No Spirit, os leitores beta são usuários que participam do site e se voluntariam a ajudar outros usuários com suas histórias “indicando o que pode ser melhorado gramaticalmente, dando opiniões críticas e construtivas através de comentários e os auxiliando com suas dúvidas” (SPIRIT, 2017). Isso demonstra o caráter colaborativo da plataforma em dar suporte aos autores.

Notas

[1] Seu nickname é uma referência ao grupo musical o qual Rita Lee participou entre 1966 e 1972, Os Mutantes.

JAMISON, A. Fic – Por que a fanfiction está dominando o mundo. São Paulo: Rocco, 2017.

JENKINS, H. Lendo criticamente e lendo criativamente. In Matrizes, v.9, n.1, p. 11-24, 2012. Disponível em: < https://bit.ly/2I9TWnn>. Acesso em: 18 jan. 2018

SPIRIT FANFICTION. Online, 2019. Disponível em: <http://spiritfanfiction.com.br>. Acesso em: 18 jan. 2019

Observatório da Qualidade no Audiovisual

Comentar

Redes Sociais

Siga o #Observatório!