Observatório da Qualidade no Audiovisual

Poéticas tecnológicas: do analógico ao digital

No atual contexto de convergência midiática, este projeto mapeia e analisa as especificidades das novas formas de expressão e interação surgidas com o advento da tecnologia digital, com enfoque nas propostas de criação e transcriação de formas narrativas e de novas dramaturgias que requerem diferentes formas de participação do interator em termos interventivos e colaborativos. Sendo assim, nosso objetivo principal é refletir sobre as especificidades e hibridizações de poéticas audiovisuais na era digital, tendo em conta as transformações ocorridas em relação aos processos analógicos e as novas lógicas de produção, ressignificação e práticas criativas.

No que diz respeito à produção, nos atentamos para as formas audiovisuais, transmidiáticas e complexas e seus desdobramentos a partir do debate sobre o conceito de qualidade. Em relação ao consumo, discutimos o fenômeno da social TV e as competências cognitivas, estéticas e midiáticas que estão em operação na promoção de uma literacia das mídias e das artes. O Observatório da Qualidade no Audiovisual congrega as pesquisas desenvolvidas a partir deste enfoque, desdobrando-se no mapeamento e análise de poéticas humorísticas, ficcionais, documentais e infanto-juvenis sob o prisma da qualidade e da literacia midiática. Estes conceitos são discutidos nos estudos (Borges, 2009, 2014) e baseados nos trabalhos de Livingstone (2008), Ferrés (2014), Jenkins (2015). A metodologia adotada é quantitativa, com aplicação de questionários e qualitativa, na realização de grupos focais e entrevistas e na análise semiótica de obras e interações nas redes sociais.

Redes Sociais

Siga o #Observatório!